APRESENTAÇÃO DE CASA AMADIS

Associação cultural de língua portuguesa de Montpellier

A associação Casa Amadis é, sem dúvida, a melhor vitrina da lusofonia em Montpellier e na região.

Conseguiu, graças a uma presença contínua na vida cultural da cidade de Montpellier, dar-se a conhecer e ser reconhecida como referência. Recusa concessões e compromissos e, nunca, sob o pretexto de ser « popular », participou ou organizou actividades sem objecto cultural. É deste modo que conseguimos propor uma actividade mensal desde há mais de dez. Além disso, Casa Amadis é regularmente solicitada para participa em congressos e festivais em França e no estrangeiro desenvolver este aspecto da lusofonia é também um dos nossos objectivos.

Casa Amadis é hoje reconhecida pelas instituições locais, nacionais e internacionais. A sua visibilidade não para de crescer bem como as suas ambições em matéria de difusão e defesa das culturas lusófonas. Estabelecida numa sede confortável e num bairro central da cidade Casa Amadis é hoje reconhecida nacional e internacionalmente. A parceria estabelecida com o Camões Instituto da Língua e da Cooperação abre novas perspetivas graças à sua rede.

 

 

A associação Casa Amadis foi fundada a 16 de Dezembro de 2003 por iniciativa de duas pessoas : Dr. Tito-Livio Santos Mota (universitário) e Dr. Florent Robin (libreiro e homem de rádio).

membres-fondateurs-de-Casa-Amadis

 Tito Livio, président et Florent, trésorier, membres fondateurs de Casa Amadis

Salle-de-lecture-casa-amadis

Accueil du local associatif de Casa Amadis

Antigone-Des-Associations

Stand de Casa Amadis à l'événement Antigone des Associations

  A associação define o seu objectivo da seguinte maneira :

Casa Amadis pretende defender e promover a difusão das culturas lusófonas (letras, arte, ciências humanas e gastronomia) em Montpellier, criar contactos e intercâmbios com outras instâncias e organizações culturais de Montpellier, dinamizar intercâmbios culturais de habitantes de Montpellier lusófonos e seus amigos com os países lusófonos e/ou possuindo uma população lusófona representativa, promover encontros regulares entre estudantes lusófonos e seus companheiros, informar a imprensa regional das actividades lusófonas em Montpellier, divulgar e promover a cultura lusófona junto dos não lusófonos.

Após dez anos de actividade, conta hoje 120 sócios e mais de 10 000 contactos no mundo inteiro.

 

DEZ ANOS DE ACTIVIDADE

 

Casa Amadis não pretende ser uma associação portuguesa reservada apenas aos portugueses. Pretende divulgar as culturas lusófonas (Portugal, Cabo-Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Brasil, Goa, Macau, Timor-Est). Também não é uma associação reservada a imigrantes de língua portuguesa. Pretende ser aberta a todos para dar a conhecer os diferentes aspectos e especificidades do mundo lusófono. Fazer descobrir à maioria os escritores, poetas,

dramaturgos, cineastas, pintores, escultores, fotógrafos, artistas plásticos, coreógrafos, et também a História, a economia político-social, os costumes, a gastronomia da lusofonia. Tem também como ambição dar a conhecer a francofonia e, em particular, a cidade de Montpellier.

Montpellier é desde há pouco tempo geminada com o Rio de Janeiro o que abre belas e novas perspectivas...

Une de nos activités en 2005
Table ronde autour de l'écrivain Eça de Queirós en présence de sa petite fille et sa traductrice.
Une de nos activités en 2006
Exposition consacrée à Amilcar Cabral organisée par Casa Amadis à la maison des relations internationales en mars 2006..
Une de nos activités en 2014.
Conférence d'Aquilino Machado lors d'une exposition consacrée à son grand-père Aquilino Ribeiro en janvier 2014..
Une de nos activités en 2014.
L'écrivan Lidia Jorge, membre d'honneur de l'association Casa Amadis à l'occasion de la Comédie du Livre en mai 2014.
Une de nos activités en 2014.
Le dessinateur Cabu lors de l'inauguration de notre exposition consacrée aux dessins de presse "Merci la Crise" en avril 2014 au Club de la Presse.
Une de nos activités en 2006.
Madame le maire Hélène Mandroux visite à Casa Amadis lors de l'Antigone des Associations en septembre 2006.

A vontade da direcção da Casa Amadis é a de estimular as iniciativas dos sócios. Para tal funciona « em pirâmide » : actividades propostas e organizadas pela direcção e destinadas aos sócios e

simpatizantes ; e projectos apresentados pelos sócios et apoiados na sua concepção e organização pela direcção da Casa Amadis.. O que permite multiplicar os pontos de vista e os ângulos de abordagem das culturas lusófonas.

Desde a sua fundação, em 2003, Casa Amadis conseguiu propor uma média de uma actividade mensal, sem contar as actividades permanentes. O panorama, não exaustivo, dos primeiros dez anos é o seguinte.

 

 a) Actividades permanentes

    • Aulas de português : Casa Amadis foi a única associação de Montpellier a propor aulas para principiantes, avançados e confirmados (vêr rubrica).
    • Uma biblioteca com um acervo de mais de quatro mil obras encontra-se à disposição no nosso local no espaço Jacques 1er d'Aragon. Constitui o resultado de donativos de instituições e particulares, tratando-se da única biblioteca lusófona bilingue, acessível a todos, no sul da França. (ver rubrica)
    • Um site para comunicar as nossas actividades e as últimas informações do mundo lusófono.
    • Um apoio jurídico : reservado aos sócios que o solicitem a Me Pinheiro, ou Me de Barcelos, advogadas.

 

 b) Actividades pontuais

 Cada ano Casa Amadis põe na berlinda um escritor ou um tema literário ou cultural particular :

Também são organizados eventos com o intuito de dar a conhecer um país, um aspecto da lusofonia ou da História. Por exemplo, Casa Amadis, em 2005, foi a única associação de França a comemorar os trinta anos das independências dos países africanos de língua portuguesa, com uma exposição fotográfica e histórica sobre Amílcar Cabral, considerado o pai da nação cabo-verdiana.

Portugal é assunto constante de muitas actividades, como não poderia deixar de ser. Por exemplo, comemora-se cada ano o aniversário do 25 de Abril e da Revolução dos Cravos. Em 2013 foi prestada homenagem a Álvaro Cunhal e, em 2014, uma exposição sobre os murais de Abril está patente na nossa sede. As exposições são também, frequentemente, concebidas por nós, graças aos conhecimentos dos sócios : em 2008, para a Maison de l'Europe, propusemos uma apresentação geral de Portugal, sua História, economia, literatura, cinema, etc. Em 2010, 2011, realizamos uma exposição sobre a instauração da República portuguesa em 1910.

Outros países foram também alvo de atenção : Cabo-Verde, São Tomé e Príncipe, em parceria com os respectivos Consulado e Embaixada.

 

Em 2006, organizamos o dia do teatro português, com a companhia l'Echarpe Blanche e a secção de português da Sorbonne – Paris III : conferências, leituras encenadas, representação duma peça do repertório traduzida. O evento teve lugar no Teatro municipal Jean Vilar de Montpellier que nos foi cedido para o efeito. É de assinalar que Casa Amadis traduz regularmente peças de teatro de jovens dramaturgos portugueses, inéditos em França. Traduz também poetas (Camões, Vitorino Nemésio, Garrett), bem como poetas cabo-verdianos.

Gastronomia : Casa Amadis propõe regularmente refeições aos seus simpatizantes e sócios. Objectivo : fazer descobrir, numa perspectiva cultural, as diferentes especialidades da arte culinária lusófona a través, nomeadamente, de jantares temáticos, como o « Jantar queiroziano » de 2005.

 Casa-Amadis-en-compagnie-de-Dan-Inger-et-Red-Michel

 Casa Amadis en compagnie de Dan Inger et Red Michel lors de leur concert donné au théâtre Carre Rondelet à l'occasion d'une semaine consacrée à la lusophonie en avril 2014.

 Festival--salle-Rabelais

 Festival de court-métrage Fest'aFilm à la salle Rabelais en 2009.

 

 textes-de-Fernando-Pessoa

 Lecture téâtralisée de textes de Fernando Pessoa à la galérie Ravy lors de Pringtemps du Poètes en mars 2005.

petit-logo

Contacto
117 rue des Etats Généraux
34000 Montpellier - FRANCE
Telefone : 04 67 64 02 75
E-mail : amadis_montpellier@yahoo.fr

Associação Casa Amadis, No. SIRET 479 344 924 00016

Newsletter

Condições d 'utilização
A menos que indicado de outra forma, a informação não pode ser reproduzida.

© Associação Cultural Português Casa Amadis os direitos reservados.